• Administrador do site

Parlamento dos Jovens/ Debate sobre " o impacto da desinformação na democracia"


No dia 7 de dezembro, no auditório Luís Teixeira, realizou se o debate sobre o “impacto da desinformação na democracia” respeitante à primeira fase do projeto do parlamento dos jovens do secundário.


Uma iniciativa da Assembleia da República que desde o ano de 1995 tem por objetivo: “educar para a cidadania, estimulando o gosto pela participação cívica e política”.


Este debate foi organizado pelo grupo disciplinar de História com o apoio da direção do Agrupamento de Escolas de Valpaços, da Câmara Municipal de Valpaços, da equipa do parlamento dos jovens da Assembleia da República, dos professores do ensino secundário, dos estudantes e da técnica Liliana responsável pelo projeto PIICIE subsidiado pela Câmara Municipal de Valpaços.


Tratou-se de um debate especial pela participação do ilustre Deputado da Assembleia da República, Dr. Artur Soveral Andrade, em representação do círculo eleitoral de Vila Real.



A abertura solene do debate foi feita pela Excelentíssima Diretora do Agrupamento de Escolas de Valpaços, professora Alexandra Doutel, que deu as boas vindas a todas e a todos com um agradecimento especial aos alunos pelo seu empenho e adesão a este projeto. Partilhou com a assembleia dados estatísticos, a nível europeu, preocupantes, nomeadamente, que seis em cada dez notícias partilhadas nas redes sociais não tenham sequer sido lidas pelo utilizador que as partilhou. Cerca de 85 % dos europeus consideram que as notícias falsas constituem um problema no seu próprio país e 83 % são de opinião que este fenómeno representa um problema para a democracia em geral.


O vereador Jorge Pires na sua intervenção parabenizou todos os intervenientes do projeto, em especial os alunos, reconhecendo a importância da reflexão sobre o conceito da desinformação.



O professor Miguel Portugal, do grupo disciplinar de Filosofia, fez uma intervenção dividida em duas partes: primeiramente fez uma reflexão sobre o conceito de democracia representativa e a importância da participação política de todos os cidadãos através do voto. Na segunda parte da sua intervenção focou-se na importância da liberdade da imprensa escrita e digitalno combate à desinformação porque são os intermediários entre o trabalho desenvolvido pelos políticos na assembleia da república e os cidadãos. De modo igual, o público em geral deve verificar as fontes das notícias, analisar e refletir sobre o conteúdo da informação antes de a partilhar. Frisou também a importância dos cidadãos diversificarem as fontes de informação, com destaque para o livro como um meio privilegiado de obter conhecimento. de No final deixou duas questões para a reflexão do auditório.

O professor António Machado, do grupo disciplinar de Infomormática, esclareceu o conceito de algoritmo, “Conjunto de passos ordenados de forma lógica, sequencial e finita, de modo a resolver um problema”. De seguida, apresentou um exemplo prático da criação dos algoritmos pelo programador. Finalmente, informou que todos os dispositivos de comunicação, quando ligados em rede, comunicam entre si,com base nestes dois endereços,MAC e IP. Os endereços IP dos routers por ser público e único, são uma ferramenta poderosa para as empresas obterem informações sobre nós.


O debate foi encerrado pelo Sr. Deputado, Artur Soveral Andrade, que fez uma comunicação centrada na questão da desinformação que, não sendo um problema novo, pode afetar a estabilidade das sociedades democráticas, ao comprometerem a capacidade dos cidadãos de tomarem decisões bem informadas. Contudo, também frisou quem nem todas as notícias falsas publicadas nos meios digitais têm por finalidade a manipulação do recetor das mensagens. Por fim, reiterou a importância do valor da liberdade de expressão, mas é da opinião de que as ofensas, as injúrias devem ser juridicamente sancionadas para proteção da dignidade humana. Seguiu-se o período de debate.

Em conclusão, a sessão foi interessante e profícua, com intervenções importantes que contribuíram para o enriquecimento pessoal de todas e todos os participantes e aumentou o conhecimento sobre o fenómeno da desinformação e formas de nos defendermos desse problema mundial.


Beatriz Gonçalves Sobrinho

Filipe Juvenal Conde

12 A

51 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo